Possibilidades de trabalho para a próxima década

10 de junho de 2020 0 comentários
blog-item1

O mundo do trabalho terá uma corrida meteórica nos próximos dez anos. A flexibilidade mental será fundamental para as migrações necessárias de carreira. Haverá a necessidade de desenvolver e equilibrar as competências técnicas e pessoais, conhecidas como hard skills e soft skills.

As competências técnicas tangíveis (hard skills) como desenvolvimento de softwares, cuidados com a saúde, idiomas, gestão de projetos, contabilidade, finanças etc. poderão ser aprendidas e quantificadas em salas de aula, nos livros e ambiente de trabalho.

As competências pessoais (soft skills) atitude, oratória, postura, comunicação, relações interpessoais, gestão de pessoas, flexibilidade adaptabilidade, referem-se as características desejadas em uma pessoa, são extremamente pessoais exigem vontade e esforço e as recompensas são valiosas.

No novo cenário corporativo o maior ganho estará na habilidade para viver novas experiências e novos relacionamentos que serão mais valorizados do que a própria experiência profissional.

Saber transitar e ter a habilidade de desenvolver aspectos que nada tinham a ver com seu trabalho serão competências indispensáveis aos novos profissionais que terão que aprender sempre, estarem atentos e plugados a todas as novidades para cumprirem entre quatro ou cinco carreiras diferentes.

Para tanto haverá a necessidade de se conhecerem. Saberem como serão movidos na vida, onde e como desejarão chegar aos seus objetivos.

Duas necessidades serão básicas: tecnologia em todas as áreas de trabalho e a habilidade sócio- emocional.

Os ambientes de trabalhos são e serão cada vez mais formados com gerações muito diferentes.

Os profissionais atuais exigem o diálogo, o compartilhar do bem-estar e condições mais humanas nos ambientes de trabalho. O nosso foco de hoje em diante deverá estar orientado para o desenvolvimento e aprimoramento das competências pessoais (características de personalidade) que auxiliarão no refinamento da interatividade com gestores, pares e colegas de trabalho e sustentarão a inteligência emocional nos vários contextos da vida.

Desta maneira os relacionamentos nos ambientes corporativos e por consequência a produtividade estarão assegurados.

Vamos nos preparar!