Exercitando para a corrida meteórica do mundo do trabalho na próxima década

10 de junho de 2020 0 comentários
blog-item1

Dando continuidade ao tema possibilidades de trabalho para a próxima década um dos aspectos que temos que fazer atenção é à nossa inteligência.

Qual inteligência?

Aquela relacionada ao desenvolvimento lógico como ganhar uma partida de tênis, desenvolver um programa de computador, criar um jogo de vídeo game, fazer cálculos astronômicos?

Ou aquela onde a pessoa tem flexibilidade mental para atuar em diversas áreas da vida.

É esta mesmo. E como desenvolvê-la? É possível? Sim.

Nos últimos anos a neurociência detectou que a inteligência não é estagnada, pode e deve expandir. O cérebro tem a propriedade de se reinventar sempre, para acompanhar as transformações continuadas do processo de evolução humana e quanto mais o exercitarmos, ficará mais capacitado e mais desenvolvida será a nossa capacidade mental.

O cérebro é capaz de repor as células desgastadas, assegurando a sua jovialidade, contribuindo para melhoria das nossas capacidades e colaborando para a harmonia celular e de todos os órgãos do corpo humano.

Vamos relacionar uma séria de atividades para aumentar a capacidade cerebral e mental:

Meditar, exercitar a memória, aprender algo novo, fazer atividade física, ter e manter uma alimentação equilibrada, bom sono, usar os dois hemisférios cerebrais, atitude positiva, ler e rir.

O exercício físico, aumenta a produção de neurotransmissores que promovem a reparação celular do cérebro, melhora a memória, amplia a concentração, estimula a capacidade de tomar decisão, planejar e realizar várias tarefas, crescimento de novas células nervosas e vasos sanguíneos.

Foi observado que as pessoas ativas tendem a ter vasos sanguíneos mais saudáveis consequentemente cérebro com aparência de mais jovem. Com o tempo o exercício altera o número de neurônios e como se comunicam gerando efeitos potencialmente bons para a melhoria da cognição e da saúde do cérebro.

Em um futuro breve o exercício poderá se tornar um potencial profilático contra o declínio cognitivo proveniente do aumento da idade.

Vamos exercitar e aumentar a nossa performance na corrida meteórica do mundo do trabalho!